No Regional Sul 2 da CNBB, estado do Paraná existem diversos católicos ucranianos. Enquanto Igreja, os ucranianos, no Paraná, contam com a Eparquia Imaculada Conceição, com sede em Prudentópolis, e com a Metropolia Católica Ucraniana São João Batista, com sede em Curitiba, da qual o Arcebispo é Dom Volodemer Koubetch. 

Dom Volodemer e o eparca Dom Meron Mazur, são membros da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e compõe o Episcopado do Regional Sul 2 da CNBB. O arcebispo metropolita comentou sobre a luzes que essa 58ª Assembleia Geral da CNBB trouxe para a Igreja Ucraniana, especialmente, para o Paraná.  

“Destaco três luzes fundamentais para a Igreja Católica Ucraniana em geral, especialmente para nossa Metropolia. A primeira luz, sem dúvida, é a sinodalidade, a busca e o caminho comum, o esforço de caminhar juntos, com a força do Espírito Santo, dando o testemunho de vida cristã, a partir do próprio episcopado, a partir da própria assembleia. Sem dúvida, é um ideal a ser, permanentemente, buscado, a fim de que a Igreja seja um instrumento da presença de Deus no mundo de hoje”, afirmou dom Volodemer. 

Dom Volodemer Koubetch

Sobre a sinodalidade, o arcebispo citou o exemplo das igrejas orientais que fazem as escolhas dos seus bispos durante a realização de um sínodo.  

“A segunda luz que destaco, é a dimensão social da fé. É uma dimensão importante do ser Igreja, sobretudo no mudo de hoje, a realização da profecia, ou seja, anunciar o bem, anunciar o Reino e denunciar tudo aquilo que é contra o Reino, contra o bem, contra a verdade, contra a justiça. Assim, comprometer as forças da Igreja na busca de uma sociedade mais justa e fraterna”, afirmou. 

O ecumenismo foi a terceira luz destacada por Dom Volodemer. Esta, constitui um desafio no mundo atual, marcado por polarizações na sociedade, na política e, infelizmente, também na Igreja. “O diálogo que deve acontecer já no interior da Igreja. A igreja deve ser fortalecida no amor e na união, para ter maior força para dialogar com outras igrejas cristãs e também dialogar com outras religiões, tendo um objetivo comum: a busca do bem de todos, da justiça e do bem de todo o planeta Terra”, concluiu. 

Clique aqui para acessar a entrevista com Dom Volodemer em áudio. 

(Jorge Teles – Central Cultura de Comunicação | Karina de Carvalho – Assessora de Comunicação CNBB Sul 2)   

LITURGIA DIÁRIA

Últimos Posts