O Regional Sul 2 da CNBB é o único do Brasil a promover um torneio esportivo para os padres  

Cerca de 250 padres, de 16 dioceses do Paraná e da Metropolia e Eparquia Católica Ucraniana, participaram da 14ª edição do Torneio Regional de Presbíteros, realizado em Londrina (PR), nos dias 23 e 24 de maio. O evento é promovido e organizado pela Comissão Regional de Presbíteros (CRP), junto aos coordenadores diocesanos da Pastoral Presbiteral e aos padres da arquidiocese anfitriã.   

Da esquerda: Dom Antônio Wagner, Dom Geremias, Dom Mário e Dom Bruno.

Durante os dois dias de encontro, os padres disputaram os torneios de futebol, truco, canastra e tênis de mesa. Estiveram presentes, confraternizando com os padres, o arcebispo de Londrina, dom Geremias Steinmetz; o bispo de Guarapuava, dom Amilton Manoel da Silva; o bispo de Campo Mourão, dom Bruno Elizeu Versari; o bispo de Paranavaí, dom Mário Spaki; e o bispo emérito de Guarapuava, dom Antônio Wagner da Silva.  

Segundo o secretário executivo do Regional Sul 2, padre Valdecir Badzinski, o Torneio dos Presbíteros do Paraná é um evento único no Brasil. “O Regional Sul 2 é o único regional que tem um torneio nesse estilo, envolvendo centenas de sacerdotes das várias arqui/dioceses do Paraná. Na América Latina parece ser também o único torneio desse porte e dessa magnitude. É sempre um momento de alegria, de confraternização e fortalecimento da amizade e da comunhão entre os padres. É uma iniciativa que ajuda no cuidado da saúde física, psíquica e espiritual dos padres, sempre em vista da missão sacerdotal”, disse padre Valdecir. 

Antes de iniciarem a confraternização e as atividades esportivas, como já é tradição, os padres realizaram um momento de espiritualidade. Segundo o presidente da CRP, padre Emerson Lipinski, que conduziu a oração, foi um momento bonito e comovente, pois os padres rezaram pelos irmãos que faleceram vítimas da Covid-19. “Simbolicamente, os padres acenderam pequenas velas no Círio Pascal e pediram a Cristo Ressuscitado que conceda a eles a graça do descanso eterno e que a luz perpétua ilumine aqueles que tiveram suas vidas ceifadas, de modo antecipado, em consequência do vírus da Covid-19. Foram 24 padres falecidos na pandemia, que sempre estavam conosco nos encontros formativos e de confraternização”, contou padre Emerson.  

No torneio de futebol, a diocese de Ponta Grossa foi a bicampeã, tendo a diocese de Foz do Iguaçu como vice-campeã e a diocese de Palmas-Francisco Beltrão em terceiro lugar. Os vencedores de todos os torneios, além da alegria da vitória, são premiados com troféus. No futebol, o artilheiro e o goleiro menos vazado também recebem um troféu.  

O objetivo desse torneio, que é realizado anualmente, é fortalecer a fraternidade, a unidade e a amizade presbiteral. É ocasião para os padres descansarem, celebrarem e partilharem o dom da vocação, vivendo a alegria por meio do esporte.  

“Eu avalio que esse 14º Torneio Regional nos ajudou a ressurgir da pandemia. Estávamos há três anos esperando que esse encontro se realizasse em Londrina. Então, o encontro e a confraternização foi um momento ímpar, de muita alegria e, certamente, trouxe muitos benefícios para a vida do presbitério do Paraná. Esse torneio nos ajuda a ser um presbitério sólido, forte e unido para testemunharmos a alegria do Evangelho nas nossas comunidades eclesiais”, disse padre Emerson.  

A 15ª edição do Torneio Regional de Presbíteros será sediada pela diocese de São José dos Pinhais e está programada para o mês de maio de 2023.

(Texto: Karina de Carvalho – Assessora de Comunicação da CNBB Sul 2 | Fotos: Guto Honjo)

LITURGIA DIÁRIA

Últimos Posts