Bispos, padres, diáconos, religiosas (os), lideranças leigas de todo o Paraná participaram da 42ª Assembleia do Povo de Deus 

No último final de semana, entre os dias 23 e 25 de setembro, aconteceu a 42ª Assembleia do Povo de Deus do Regional Sul 2 da CNBB. Realizada nas quatro Províncias Eclesiásticas (Curitiba, Cascavel, Londrina e Maringá), o evento teve ao todo 560 participantes, entre bispos, padres, diáconos, religiosas, seminaristas e lideranças leigas das pastorais, movimentos e organismos. 

Pautadas na mesma temática: “O fortalecimento das comunidades eclesiais missionárias a partir da Iniciação à vida cristã na cultura urbana”, cada província organizou a assembleia, escolhendo o assessor, convocando os participantes e fomentando o diálogo em vista do envio de uma proposta para a caminhada comum, enquanto regional.  

Cada província, a partir do tema refletido e da discussão em grupos, elaborou uma proposta pastoral para ser enviada ao Regional Sul 2. Na próxima semana, entre os dias 3 e 4 de outubro, a presidência do Regional Sul 2 e um padre representante de cada província eclesiástica se reunirá em Guarapuava (PR) para fazer uma síntese única das quatro assembleias e escolher uma proposta pastoral para ser assumida em nível regional.  


Província Eclesiástica de Curitiba 

A província de Curitiba, que compreende a arquidiocese de Curitiba e as dioceses de São José dos Pinhais, Paranaguá, União da Vitória, Ponta Grossa e Guarapuava e as duas eparquias ucranianas, reuniu-se no centro San Juan Diego, em Guarapuava (PR). Assessorada pelo arcebispo de Curitiba (PR) e vice-presidente do Regional Sul 2 da CNBB, dom José Antonio Peruzzo, a assembleia contou com a participação de 128 pessoas. Teve início às 18h de sexta-feira, 23 de setembro, e conclusão às 19h de sábado, 24 de setembro.  

Em entrevista para a Rádio Cultura FM, dom Peruzzo ressaltou a importância do encontro para alinhar os trabalhos das dioceses. “Queremos caminhar juntos, e quando se trata de evangelização não podemos nos diferenciar. Podemos nos peculiarizar segundo circunstâncias de cada lugar, mas o centro e a mensagem, isso não está disponível segundo preferências ou subjetividades”, afirmou o arcebispo. 

Segundo padre Erico Gabriel Gurkowski, coordenador da ação evangelizadora na diocese de Guarapuava (PR), a assembleia foi um momento de bênçãos e graças. “Foram dias de muito aprofundamento, de muita reflexão e também de formação para todas as nossas pastorais e movimentos. Dom Peruzzo nos ajudou a refletir que precisamos ser uma igreja em saída, que vai ao encontro das pessoas. É uma transformação de mentalidade que nós somos convidados a viver nesse mundo, a partir de uma experiência com Jesus Cristo, sendo seus discípulos missionários”, disse padre Erico. 


Província Eclesiástica de Cascavel 

Composta pela arquidiocese de Cascavel, e as dioceses de Foz do Iguaçu, Toledo e Palmas-Francisco Beltrão, a província de Cascavel se reuniu no Centro Arquidiocesano de Formação “Padre Santo Pelizzer” (CDF), em Cascavel, com 160 pessoas. Com a assessoria do padre Paulo Adolfo Simões, da arquidiocese de Pouso Alegre (MG), a assembleia teve início às 18h de sexta-feira, dia 23 de setembro, e concluiu-se às 19h do sábado, dia 24 de setembro.  

O coordenador diocesano da ação evangelizadora na arquidiocese de Cascavel, padre Divo de Conto, considerou um momento muito importante a assembleia realizada na província, pois, segundo ele, possibilita o encontro dos bispos, padres e lideranças enquanto província.  

“No decorrer da assembleia, observamos a riqueza pastoral, a riqueza de iniciativas e também a riqueza de análise dos desafios que cada diocese enfrenta com a sua identidade e com seu jeito de ser. Também observamos muitos elementos comuns, que indicam a sinodalidade que já acontece na nossa província. O tema foi muito bem refletido e trabalhado pelo nosso assessor, padre Paulo, que nos ajudou a acreditar nesse projeto. Nesse momento atual, a Igreja precisa ser fortalecida na dimensão eclesial e missionária, tendo como motivação a experiência catecumenal, diante dos desafios que a cultura urbana apresenta. Portanto, percebo que foi uma riqueza essa assembleia, em suas partilhas, diálogos, escutas, reflexões e orações. No final, era visível, no rosto dos participantes, a alegria, o contentamento e, acima de tudo, a avaliação positiva”, disse padre Divo. 


Província Eclesiástica de Londrina 

O Centro Arquidiocesano de Pastoral, em Londrina, foi o local escolhido para a assembleia da província eclesiástica de Londrina, que reúne a arquidiocese anfitriã e as dioceses de Cornélio Procópio, Jacarezinho e Apucarana. A assembleia aconteceu ao longo de todo o dia de sábado, 24 de setembro, com a participação de 130 pessoas e a assessoria do arcebispo de Londrina e presidente do Regional Sul 2 da CNBB, dom Geremias Steinmetz.  

O coordenador diocesano da ação evangelizadora de Londrina, padre Alexandre Alves dos Anjos, afirmou que avalia muito positivamente a participação da sua província. “A assembleia mostrou-se com uma força muito grande, com uma vontade muito grande não só de fazer coisas, mas de desenvolver processos no caminho sinodal que nos está sendo proposto. Às vezes, podemos cometer o erro de, simplesmente, construir uma pastoral de eventos. Então, é preciso estabelecer processos que possam levar o povo ao conhecimento de Jesus”, disse padre Alexandre.  

Sobre esse modelo de assembleia, realizada na província, o bispo de Apucarana, dom Carlos José de Oliveira, afirmou: “É exatamente a Igreja sinodal desejada pelo Papa Francisco aonde leigos, padres, bispos, religiosas, diáconos nos reunimos para refletir sobre a evangelização, para refletir os caminhos da nova evangelização”.


Província Eclesiástica de Maringá  

A província de Maringá, que compreende a arquidiocese de Maringá e as dioceses de Umuarama, Paranavaí e Campo Mourão, reuniu-se desde a manhã de sábado, 24 de setembro, até o meio dia de domingo, dia 25 de setembro, no Centro Diocesano de Pastoral, em Umuarama. Assessorada pelo bispo de Campo Mourão, dom Bruno Elizeu Versari, a assembleia contou com a participação de 142 pessoas.  

O coordenador da ação evangelizadora da arquidiocese de Maringá, padre Genivaldo Ubinge, avaliou a assembleia como um momento muito rico da província, reunida com lideranças que atuam nas diversas frentes da ação evangelizadora. “A partilha da caminhada realizada nas dioceses de nossa província, as ideias apresentadas contribuíram muito para que cada igreja particular possa se inspirar e ver formas novas de caminhada. Tivemos a boa assessoria de dom Bruno que trouxe iluminações para o caminho, também o trabalho do grupo que foram muito produtivos, no qual todos puderam partilhar experiências, aspirações e ideias para a caminhada da Igreja, e os momentos fraternos e celebrativos que mostram a alegria de sermos Igreja do Paraná”, disse o sacerdote. 

Confira algumas entrevistas realizadas pela assessoria de comunicação da diocese de Umuarama durante a assembleia.  

Para o secretário executivo da CNBB Sul 2, padre Valdecir Badzinski, a assembleia do povo de Deus, realizada nas províncias, tem algumas peculiaridades: “O fortalecimento e continuidade da sinodalidade eclesial; o exercício do ser igreja povo de Deus, como pede o Vaticano II; o maior número de lideranças participando do processo de assembleia, sendo uma igreja em comunhão; a igreja missionária em saída, pós pandemia, para estar mais perto das diversas realidades. A igreja no Paraná é uma igreja para os tempos atuais em estrita comunhão com o Papa Francisco, sendo mestra e mãe”.


(Karina de Carvalho – Assessora de Comunicação da CNBB Sul 2 | Colaboração da Pascom das arquidioceses de Londrina, Cascavel e das dioceses de Umuarama e Guarapuava)

LITURGIA DIÁRIA

Últimos Posts