comireO Conselho Missionário Regional (Comire) Sul 2 da CNBB, promoveu neste fim de semana, dias 3 a 5, na casa São José em Pitanga (PR), cidade a 356 km de Curitiba, um retiro missionário. Orientado pelo padre Jaime C. Patias, imc, da equipe das Pontifícias Obras Missionárias (POM), o encontro reuniu cerca de 60 pessoas, entre leigos e leigas, religiosas, seminaristas, diáconos, padres e dom Sérgio Arthur Braschi, bispo referencial da missão no Regional e presidente da Comissão para a Ação Missionária da CNBB.

Foram momentos de estudo, reflexão e oração em torno do tema, “Discípulos missionários de Jesus Cristo, da América em um mundo secularizado e pluricultural”, que será objeto de estudo no 4º Congresso Americano Missionária e 9º Congresso Missionário Latino-Americano (CAM 4 – Comla 9), a ser realizado em Maracaibo, Venezuela em novembro deste ano.

O Regional Sul 2 (Paraná) se prepara para assumir uma Missão na diocese de Bafatá, na Guiné Bissau e já faz uma campanha para organizar a sede destinada a acolher a Equipe missionária naquele país africano. O trabalho de sensibilização conta com o envolvimento dos grupos de Infância e Adolescência Missionária (IAM) no estado, em especial na construção do poço que irá abastecer a Missão.

Um dos destaques do retiro aconteceu no sábado à noite, com o testemunho do padre Paulo A. Amorin, PIME, sobre a sua experiência missionária nas Filipinas e Guiné Bissau, e a partilha da Irmã Adriana Regina da Silva, missionária Serva do Espírito Santo, que trabalhou em Gana, África. A religiosa relatou como iniciou grupos de IAM naquele país e contribuiu para a evangelização. Os relatos despertaram interesse e emocionarem os participantes do retiro.

“O retiro foi um espaço de experiência com Deus que alimenta o espírito missionário para o desafio da missão no mundo secular e pluricultural”, destaca dom Sérgio. “As colocações do padre Jaime Patias, nos ajudaram a entender a realidade secularizada e pluricultural e neste contexto, compreender o que podemos fazer como Igreja missionária a serviço do Pai”, avalia.

“O encontro me fez aprofundar sobre responsabilidade como Igreja local no sentido de estar conectado e articulado com o universo continental, fazendo-me sensível às coisas de Deus e às necessidades dos povos além-fronteiras”, comenta Osvaldo Zotelli, leigo da diocese de Cornélio Procópio. “O que mais me chamou atenção foi como Deus se relacionou comigo através das leituras, testemunhos, imagens, e o modo como nos foi apresentada a bondade de Deus. Destacaria também a presença constante de dom Sérgio. Foi como aconteceu com os discípulos de Emaús ao reconhecer Jesus. Eles voltaram correndo à Jerusalém para anunciar. Assim me sinto”, afirma Osvaldo.

Segundo Irmã Adriana, as colocações provocaram uma mistura de sentimentos, pois touxe reflexões sobre o perfil da Igreja que em sua origem é missionária. “É comovente ver tantos leigos e leigas expressarem profundo ardor missionário. O assessor, além da experiência missionária, testemunha a experiência de Jesus. O missionário é aquele que sai de si mesmo e é capaz de comunicar a experiência de Deus aos irmãos e irmãs mais necessitados”, comenta.

Para o diácono permanente, Pedro Avelino Lang, coordenador do Comire Regional Sul 2, “a experiência do padre Jaime proporcionou um olhar amplo sobre a dimensão missionária do nosso Continente americano, conduzindo-nos a conhecer mais sobre o CAM 4 – Comla 9, de modo especial, sua espiritualidade”.

LITURGIA DIÁRIA

Últimos Posts