No último domingo, 12 de maio, a Igreja Católica celebrou o 58° Dia Mundial das Comunicações Sociais, que neste ano trouxe como tema: “Inteligência artificial e sabedoria do coração: por uma comunicação plenamente humana”. O tema apresentado pelo Papa Francisco, foi inspirado na mensagem para o Dia Mundial da Paz deste ano (1º de janeiro): “Inteligência artificial e paz”. 

Cartaz do 58º Dia Mundial das Comunicações Sociais

 No Brasil, a Pastoral da Comunicação Nacional (Pascom) realizou uma programação de atividades com formações e momentos de espiritualidade. Além disso, a data foi recordada em missas que foram transmitidas pelas redes sociais, para que todos pudessem acompanhar. 

 No Regional Sul 2 da CNBB, além de fomentar os agentes a realizarem encontros locais em suas respectivas dioceses, a coordenação da Pascom promoveu dois encontros on-line como forma de incentivar os pasconeiros a vivenciarem a carta do Papa Francisco em sua essência, e também de aprenderem mais sobre os bastidores da comunicação. 

 No dia 08 de maio, o vice-coordenador da Pascom regional, Tiago Queiroz e padre Adilson Naruishi, assessor eclesiástico, mediaram o bate-papo com a participação de agentes de diversas regiões do estado, para juntos, compartilharem as experiências. Na abertura do encontro virtual, transmitido pelo Youtube, o bispo da diocese de Guarapuava e referencial para a Pascom no Paraná, dom Amilton Manoel da Silva (CP), afirmou que aquele que conhece a Cristo, sente necessidade de comunicá-lo. “Quem experimentou Jesus Cristo morto e ressuscitado, não fica de braços cruzados. Mas sim, encheu o coração de amor e alegria, e por isso, sai a comunicar essa alegria que transborda seu coração”, concluiu. 

 Durante o encontro, representantes das províncias partilharam sobre a sua realidade pastoral e também dividiram estratégias que estão sendo adotadas para conciliar a comunicação humana com a inteligência artificial e as facilidades digitais, que já se fazem presentes no cotidiano. 

Reveja a live:  

Dando sequência a este momento celebrativo, na última quarta-feira, 15 de maio, um novo encontro on-line foi promovido. A coordenadora da Pascom do Regional Sul 2, Vanessa Paula, deu as boas-vindas e apresentou os dois pasconeiros do Paraná que foram os vencedores do concurso de identidade visual para a celebração do Dia Mundial das Comunicações Sociais de 2024. Essa foi a primeira vez que o concurso, que está na quinta edição, tem uma produção coletiva. “É uma oportunidade de dar voz a uma diocese do interior do Brasil, do interior do Paraná. Nós estamos no norte-pioneiro do Estado, e jamais na nossa história, imaginávamos que seríamos escolhidos para fazer a ilustração da Identidade Visual para todo o Brasil, de um dia muito importante como este”, salientou Alex Alves Guimarães, que juntamente a Alessandro Abrantes, venceu o concurso. 

Nesse último encontro, o responsável pela Rádio Vaticano, na língua portuguesa, Silvonei José, ministrou uma palestra para os comunicadores do Paraná, com foco na mensagem do Papa Francisco. Ele enfatizou, de forma detalhada, a intenção do Papa com essa mensagem, que nos lembra que jamais a máquina, por mais evoluída que seja, se assemelha à beleza da vida humana. 

“Segundo o Papa Francisco, a sabedoria do coração é uma virtude que nos permite combinar o todo, com as partes. Ou seja, as decisões também com suas consequências; as grandezas com as fragilidades; o passado com o futuro, o “eu” com o “nós”. Essa sabedoria do coração é um dom, e é ela que dá gosto à vida.  Não podemos esperar essa sabedoria das máquinas, pois é a vida humana que dá sabor ao dia a dia”, enfatizou. 

 Na oportunidade, Silvonei José, reforçou a importância dos comunicadores adotarem o dinamismo da escuta, onde pouco se fala e muito se ouve, para então, verdadeiramente, aplicar a comunicação em sua essência. “A capacidade de ouvir é mais valiosa do que nunca. O teólogo Dietrich Bonhoeffer, lembra-nos que ‘o primeiro serviço que devemos ao próximo é escutá-lo. Assim como o amor de Deus começa com a escuta da sua Palavra, o começo do amor pelo irmão está em aprender a ouvi-lo. Quem não sabe ouvir o irmão, em breve não saberá mais ouvir a Deus. Mesmo diante de Deus, sempre será ele quem falará’, essa é uma verdade absoluta”, concluiu. 

 Reveja a live: 

 

 No final de semana da Ascensão do Senhor, em todas as dioceses do estado, aconteceram encontros celebrativos pelo Dia Mundial das Comunicações Sociais.  

 Texto: Pascom Regional Sul 2 da CNBB

LITURGIA DIÁRIA

Últimos Posts