Reuniões e celebrações, com o foco missionário, foram realizadas em três paróquias de Cascavel e uma de Toledo, entre os dias 10 e 12 de setembro 

No último final de semana, dias 10 e 11 de setembro, o Regional Sul 2 da CNBB visitou três paróquias da arquidiocese de Cascavel (PR), com o intuito de promover momentos de animação missionária. A equipe visitadora foi composta pelo secretário-executivo da CNBB Sul 2, padre Valdecir Badzinski, e pelos missionários que, nos próximos dias, vão partir para a missão na Guiné-Bissau, África: as religiosas da Congregação do Santo Nome de Maria, Ir. Helena Yukie Makiyama e Ir. Maria de Fátima da Costa, e o jovem da diocese de Guarapuava (PR), Wesley de Matos Fonseca.  

Da esquerda: Pe. Valdecir, Wesley, Ir. Maria de Fátima e Ir. Helena

Os três missionários estão na sede do Regional Sul 2, em Curitiba (PR), desde a última segunda-feira, 5, recebendo formação, em preparação para a missão. A previsão é que as duas irmãs embarquem no final do mês de setembro e o Wesley no início do mês de novembro.  

A primeira visita aconteceu na tarde de sábado, 10, na paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Cascavel (PR), onde foi realizado um encontro formativo com as lideranças. Na mesma tarde, padre Valdecir esteve na Catedral Nossa Senhora Aparecida e teve um momento para falar da Missão no retiro das lideranças paroquiais. À noite, a celebração eucarística foi na paróquia Santo Antônio. Padre Valdecir presidiu a celebração, que foi concelebrada pelo vigário paroquial, padre Dionisius Rangga. No momento da homilia, padre Valdecir falou sobre a missão na África e da vocação missionária que todo batizado possui.  

“Tenho certeza que essa visita já produziu muitos frutos. Era perceptível, no olhar de cada pessoa, o interesse e o encanto enquanto eu falava sobre a Missão. É preciso que todos os católicos do Paraná tenham consciência de que a Missão São Paulo VI, que o Regional Sul 2 da CNBB assumiu no país da Guiné-Bissau, é de responsabilidade de todos nós. É isso que queremos com essas visitas missionárias”, destacou padre Valdecir.  

Ainda no sábado, padre Valdecir e os missionários encontraram-se com o arcebispo de Cascavel, dom Adelar Baruffi, e com o bispo auxiliar, dom Aparecido Donizeti de Souza, em um momento de partilha e diálogo missionários muito profundo e promissor.  

Na manhã de domingo, dia 11, padre Valdecir presidiu a celebração eucarística, com enfoque missionário, na paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro; e a noite na Catedral Nossa Senhora Aparecida. Em ambas as missas, a coleta foi oferecida para a Missão.  

Todas as atividades da visita foram acompanhadas pela coordenadora do Conselho Missionário Provincial (COMIPRO) de Cascavel, Aracy Martignoni, e pela coordenadora do Conselho Missionário Diocesano (COMIDI), Sirley Ribeiro.  

Segundo Aracy, foi um final de semana abençoado que, certamente, vai render muitos frutos para as paróquias visitadas. “Nessa visita, foi possível se fazer a experiência da universalidade da Igreja, pois ela ampliou o nosso horizonte de visão e de coração e fez sentir que a humanidade inteira cabe no nosso coração e que podemos fazer muita coisa, mesmo com as nossas limitações. Para nós, que atuamos na dimensão missionária, foi algo muito gratificante, que nos mostrou que há muito que podemos fazer com nosso povo em prol das missões”, disse Aracy.   

O pároco da paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, padre Divo de Conto, afirmou que a visita despertou um ardor muito forte pela missão em sua vida e também na vida das lideranças e de toda comunidade. “Nossa paróquia se sentiu muito feliz e valorizada com a visita dessa equipe do COMIRE. Tenho certeza que, a partir de agora, muitos frutos surgirão na nossa vida eclesial, paroquial e também diocesana”, disse o pároco.  

Em todos os encontros e celebrações, padre Valdecir buscou reforçar a ideia de que a missão se faz com os pés dos que vão, com os joelhos dos que rezam e com as mãos dos que contribuem. Também foi recordado, com ênfase, a memória de dom Mauro Aparecido dos Santos, 3º arcebispo de Cascavel, falecido em março de 2021. Ele foi um grande incentivador da Missão São Paulo VI, acompanhou os seus primeiros passos de perto, enquanto presidente do Regional Sul 2 da CNBB e, em dezembro de 2016, visitou e fez a bênção inaugural da casa dos missionários.  

Visita à Paróquia São Roque, em Nova Aurora (PR) 

Ainda dentro do cronograma dessa visita missionária, na segunda-feira, dia 12, padre Valdecir e os missionários foram à Paróquia São Roque, em Nova Aurora, diocese de Toledo (PR), para uma reunião com lideranças, coordenadores paroquiais e empresários da região. O objetivo da reunião, além da promoção missionária, foi apresentar o projeto de arrecadação de fundos para o sistema de energia solar da Missão São Paulo VI.  

Estiveram presentes na reunião, a família Esser: Gilsemira e Moacir e o filho Márcio que, em 2020, passaram seis meses na Missão. Moacir, que é mestre de obras, colaborou na construção do segundo bloco da escola. A paróquia deu todo apoio e incentivo para que a família pudesse dar essa contribuição à Missão.  

O pároco da paróquia São Roque e assessor da dimensão missionária na diocese de Toledo, padre Neimar Troes, convidou empresários do ramo de energia solar para estarem presentes na reunião, a fim de apontarem caminhos e soluções para a melhor execução do projeto.  

“Para a nossa paróquia e a nossa diocese, foi um momento de reavivar no coração o ardor missionário. Foi momento de recordar que somos uma Igreja que reza, que ajuda e que sai em missão”, disse padre Neimar.

 


(Texto: Karina de Carvalho – Assessora de Comunicação da CNBB Sul 2)

LITURGIA DIÁRIA

Últimos Posts