Na última sexta-feira, 31 de maio, o casal Diácono Pedro Lang e Salete Lang chegaram na Missão São Paulo VI, localizada na cidade de Quebo, na Guiné-Bissau, África. O casal viajou para a missão no dia 15 de maio e, ao chegarem, passaram alguns dias na sede da diocese, em Bafatá.  

A recepção da comunidade local ao casal, que já esteve na missão entre os anos de 2015 e 2018, foi muito festiva. Com cantos e faixas de acolhida, crianças, jovens e lideranças aguardavam a chegada dos missionários no portão da missão. “Pense numa alegria verdadeira dessa pequena e, ao mesmo tempo, gigante comunidade. Alguns me disseram: vocês demoraram muito para retornar, já os esperávamos há muito tempo. Estamos mesmo muito felizes”, disse Salete. 

No domingo, dia 02 de junho, com uma missa solene, a comunidade celebrou a memória do padroeiro da Missão São Paulo VI (acontecida no dia 29 de maio). Na ocasião, aproveitaram para acolher os novos missionários e também para despedirem-se da Irmã Helena Yukie Makiyama, que esteve na missão desde 27 de setembro de 2022.  

A missa foi presidida pelo pároco da paróquia Santa Cruz, no município de Buba, à qual a Missão pertence, padre Bartolomeu Buiague, e concelebrada pelos padres: Clemento Lopes Correia, Francisco Indafá e Emanuel Upanidja Malu; e pelo diácono Pedro Lang.

Irmã Helena

Ao final da celebração, um membro da comunidade local, entregou e vestiu a irmã Helena com um pano colorido, parecido com uma casula. Na Guiné-Bissau, receber esse pano representa uma grande homenagem e reconhecimento por um bem realizado.  

Ao dirigir uma palavra à comunidade, emocionada, irmã Helena citou alguns nomes e agradeceu a todos com quem conviveu nesse tempo de missão. “Eu levo muita coisa boa de vocês para o Brasil. Principalmente a mensagem de que é possível ser feliz com pouca coisa. Isso para mim foi muito importante”, afirmou a religiosa. Irmã Helena, que pertence à congregação das Irmãs Missionárias do Santo Nome de Maria, embarca para o Brasil nessa quinta-feira, 6 de junho e deve chegar em Maringá (PR) na manhã do sábado, 8 de junho.   

 

A partir de agora, Diácono Pedro e Salete assumem a gestão da Missão São Paulo VI, juntamente com a Luciane da Luz Bracisiewrcz, que está na missão desde setembro de 2023. Os três integrantes da Missão pertencem à diocese de Ponta Grossa (PR).  

Sobre o retorno para mais um período na Missão, Salete comentou: “Não foi uma decisão fácil deixar tudo novamente e voltar pra cá. Porém, nós já  compreendemos que a questão missionária é uma vocação que vem de Deus e se manifesta por meio da nossa Igreja, dos nossos bispos. Estamos e somos muito felizes em poder retornar e reencontrar tantas pessoas queridas e continuar nossa caminhada como Igreja a partir da Guiné-Bissau”.  

Já o diácono Pedro, afirmou: “Somos gratos a Deus por esse retorno. Só por Deus que isso tudo se encaminhou, em diálogo com a Igreja no Paraná e com a diocese de Bafatá. Foi assim que aconteceu e percebo que foi vontade de Deus, pois humanamente, não aconteceria este retorno. Estamos muito felizes e animados para viver a missão”, disse o diácono Pedro.  

Karina de Carvalho Nadal – Jornalista da CNBB Sul 2

LITURGIA DIÁRIA

Últimos Posts