000ampliadapj6Existem hoje, no país, 9.183 grupos de jovens da Pastoral da Juventude (PJ), em 2.675 paróquias. Foi o que informou o assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude, padre Antônio Ramos do Prado, durante a Ampliada Nacional da Pastoral da Juventude (ANPJ), que aconteceu em Ribeirão das Neves, de 20 a 26 de janeiro.

Os dados, apresentados pelo assessor, são resultados de uma pesquisa realizada junto aos regionais e dioceses do Brasil, com o objetivo de fazer um diagnóstico da realidade da Pastoral da Juventude no Brasil.

A pesquisa constata, ainda, que das 2.675 paróquias, 1765 têm coordenação de PJ, mas 1641 não têm assessoria e acompanhamento.

Os assessores que acompanham a Comissão Nacional de Assessores/as (CNA) são escolhidos pelos jovens. A comissão procura, sempre que possível, respeitar e garantir a presença de uma pessoa de cada uma das cinco regiões do Brasil – e também a especificidade vocacional (leigos, religiosos e padres) e de gênero.

Os membros da Comissão são responsáveis pelo acompanhamento dos demais assessores regionais, oferecendo espaços de formação para assessores e as coordenações jovens. Cabe a ela, ainda, ser elo, proporcionando a troca de experiências e promover a articulação dos regionais. Além disso, cabe a CNA a reflexão, a produção de subsídios, o acompanhamento à formação de assessores e sua articulação, bem como o estabelecimento de relações com grupos eclesiais e organizações sociais.

Foram indicados pelos jovens:

– Alberto Chamorro. Leigo, arquidiocese de Santa Maria (RS). Professor de Filosofia, Sociologia e Ensino Religioso e doutorando em Bioética, acompanha grupos de jovens na arquidiocese e faz parta de Comissão Regional de Assessores no regional Sul 3.

– Ir. Paulo Henrique Martins de Jesus. Religioso do Instituto dos Irmãos Maristas, reside na arquidiocese de Brasília (DF). Formado em Teologia e estudante de comunicação, acompanha a PJ em Brasília.

– Ir. Tomelina Maria. Religiosa da Congregação das Filhas de Jesus, reside na diocese de Picos (PI). Assessora a PJ na Paróquia São Francisco de Assis e na diocese. Na Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), regional Piauí, acompanha o GT Juventude.

– Loide de Souza e Silva. Leiga, diocese de Marabá (PA). Educadora e especialista em juventude no mundo contemporâneo, faz parte da Comissão Regional de Assessores do regional Norte 2.

– Padre Joel Nalepa. Diocese de Ponta Grossa (PR). Atualmente é presidente da Casa da Juventude do Paraná e assessor da Pastoral da Juventude no Paraná, regional Sul 2 da CNBB.

– Padre Sebastião Corrêa Neto. Diocese de Oliveira (MG). É reitor do seminário diocesano, vigário paroquial da Paróquia São Sebastião, em Oliveira, e assessor referencial do Serviço Regional de Evangelização da Juventude no regional Leste 2.

A Pastoral da Juventude comemora os seus 40 anos. A Ampliada aborda o tema “Somos Igreja Jovem: 40 anos construindo a civilização do amor” e lema “Não podemos deixar de falar das coisas que vimos e ouvimos” (At 4, 20). Participam da ANPJ cem delegados de todos os regionais da CNBB, com a finalidade de avaliar a caminhada da PJ e definir diretrizes para a ação pastoral.

O encerramento do encontro foi no dia 26 de janeiro.

LITURGIA DIÁRIA

Últimos Posts