IMG 1468
No dia 17 de julho, foi realizada na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília, uma reunião onde foram dados os passos iniciais para redefinir a articulação da pastoral afro-brasileira no Brasil. A reuniu discutiu a formação de lideranças, de novos grupos, aliada à presença da igreja, na realidade do povo brasileiro, que conta com uma parcela significativa de afro-brasileiros.

No encontro, estiveram presentes o bispo de Paranaguá (PR), e referencial do pastoral afro-brasileira da CNBB, dom João Alves dos Santos, o coordenador e secretário da pastoral afro-brasileira, padre Jurandyr Azevedo Araújo. Também esteve presente o assessor da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, Justiça e Paz da, padre Ari Antônio dos Reis, agentes da pastoral afro-brasileira e membros leigos.

De acordo com dom João Alves, durante a reunião foi decidido que será feito um documento que trata da inserção do ensino, nas escolas públicas e particulares da educação básica, de conteúdos relacionados à história e à cultura afrobrasileiras.

“É importante que a presença dos afrodescentes, na formação da sociedade brasileira, seja considerada e seja, também, um elemento de riqueza, dado às raízes e a cultura afro”, disse o bispo.

Dom João explica que a ideia é que no lançamento do documento, ainda sem data marcada, representantes de toda sociedade estejam presentes. “Nós queremos iniciar, o diálogo, a reflexão, convidando diversos setores da sociedade, membros do governo, das universidades, das escolas públicas, para juntos, buscarmos um espaço nas leis governamentais”, explicou.

LITURGIA DIÁRIA

Últimos Posts