Em meio a dois ministros, grandes empresários e desportistas, o bispo da Diocese de Ponta Grossa, dom Sergio Arthur Braschi foi condecorado pelo governador Beto Richa com a Ordem do Pinheiro, classe Grande Oficial, nesta segunda-feira (19), em solenidade no Palácio Iguaçu. A mais alta honraria do Estado foi entregue a 36 personalidades áreas da ciência, educação, artes, religião, política, economia, administração pública e profissionais de diversos setores para comemorar os 163 anos de emancipação política do Paraná.

A comenda, criada em 1972, é atribuída em cinco graus: Grã-Cruz, Grande Oficial, Comendador, Oficial e Cavaleiro. O governador Beto Richa disse que se sentia orgulhoso de condecorar dom Sergio dentre tantas personalidades que, em suas áreas de atuação, nas suas atividades contribuíram para o desenvolvimento do Paraná e do Brasil. “Pelo seu trabalho, pela missão religiosa, de evangelização, pelas suas obras sociais, a Comunidade Samaritana. Eu que tive o prazer de conhecê-lo e parte de sua obra. Nestes 163 anos de emancipação política do Estado os paranaenses prestam essa justa e merecida homenagem a dom Sergio e a cidade de Ponta Grossa e aos Campos Gerais. Parabéns!”

O deputado Plauto Miró Guimarães fez questão de citar que o governador, corretamente, convidou dom Sergio para receber a comenda mais importante do Paraná. “O nosso bispo que tanto trabalha, tanto faz junto às pessoas, à comunidade e é querido de todos. Fico feliz de vê-lo recebendo esse prêmio, que é a maior comenda, a maior homenagem do Estado”, destacava o parlamentar. Participaram da solenidade, além de autoridades estaduais, empresários, profissionais, os ministros da Agricultura, Blairo Borges Maggi, e da Saúde, Ricardo Barros, e o governador de São Paulo, Geraldo Alkmin.

Emocionado, dom Sergio considerou muito importante o poder público, as autoridades do Estado reconhecerem a presença e ação transformadora que a Igreja tem junto as populações do interior do Paraná. “A nossa Diocese, que completou 90 anos e se estendia até o Oeste, Sudoeste, Extremo Oeste, Sul do Estado, na sua origem, e, hoje, tem os segundo maior território dentre as dioceses do Paraná. Estou muito feliz que o governo reconheça que a Igreja está presente, está mudando a situação das pessoas, procurando levar o Evangelho, a transformação da condição da população. Agradeço em nome da Igreja”, ressaltou o bispo de Ponta Grossa.

Para a escolha dos homenageados, organizações da sociedade civil fazem as indicações de pessoas. O processo passa por uma comissão do Governo do Estado, formada pela Casa Civil, Chefia de Gabinete do Governador, Casa Militar e Secretaria da Cultura. São indicadas personalidades pela ‘notoriedade do saber’ e ‘por relevantes serviços prestados’.

LITURGIA DIÁRIA

Últimos Posts