O bispo de Guarapuava (PR) e vice-presidente da CNBB Sul 2, dom Amilton Manoel da Silva, foi reconfirmado como Membro do Dicastério para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, para os próximos cinco anos. Desde 2019, o bispo já fazia parte do Dicastério, que tem por prefeito o Cardeal brasileiro, dom João Braz de Aviz.  

Segundo dom Amilton, a confirmação chegou por e-mail na última sexta-feira, 21 de junho, com uma carta do Dicastério e outra do Papa Francisco. “Com grande prazer, comunicamos a Vossa Excelência a sua confirmação para um outro quinquênio como Membro deste Dicastério para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, disposta pelo Santo Padre com a carta n.º 170.280/P de 20 de maio de 2024, assinada pelo Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado”, dizia a carta do Dicastério.  

Surpresa e alegria foram as duas reações de dom Amilton ao ser confirmado na função. “Em primeiro lugar, a notícia me deixou surpreso, pois eu estava certo de que seria substituído na função. Por outro lado, alegrei-me com a confiança da Igreja e do Papa para que eu continue nessa função, representando o episcopado brasileiro e colaborando, de forma efetiva, para que a vida religiosa continue expressando a beleza dos seus carismas e do seu profetismo. Gratidão ao Papa Francisco por confiar novamente a mim essa missão que eu encaro como um serviço, reconhecendo minha pequenez diante de tão grande missão”. 

Os membros do Dicastério, de várias partes do mundo, são convocados para plenárias em Roma, para colaborar na elaboração de documentos e ajudar a discernir as decisões que o Dicastério precisa tomar.  

“Faço parte como membro externo desse Dicastério, também com um grupo de bispos e superiores gerais de congregações religiosas, masculinas e femininas. Nós nos reunimos em Roma para participar de plenários e ajudar na reflexão, a fim de serem elaborados os documentos”, explicou dom Amilton.  

Biografia 

Dom Amilton é religioso da Congregação da Paixão de Jesus Cristo (Passionistas). Foi nomeado bispo titular da diocese de Tusuro (Tunísia) e bispo auxiliar da arquidiocese de Curitiba (PR), pelo Papa Francisco, no dia 07 de junho de 2017. Foi ordenado bispo no dia 19 de agosto do mesmo ano, por dom Antônio José Peruzzo, arcebispo metropolitano de Curitiba (PR). Sua apresentação como bispo auxiliar na arquidiocese de Curitiba foi no dia 08 de setembro de 2017. Seu Lema Episcopal: é CHRISTI IN CRUCE GLORIARI “Gloriar-se na cruz de Cristo” (Gl 6,14). 

Na arquidiocese de Curitiba, foi referencial para as comissões de liturgia, comunicação, missão, juventude e Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB). No Regional Sul 2 da CNBB, foi secretário dos bispos, desde 2017 e referencial para o setor juvenil. De a 2019 a 2023 foi membro da Comissão Episcopal para a Pastoral Juvenil da CNBB. Em 2023 foi eleito membro da Comissão Episcopal para a Comunicação da CNBB e também assumiu a função de bispo referencial para a Pastoral da Comunicação no Paraná.  

Em 6 de maio de 2020, foi nomeado bispo da diocese de Guarapuava, substituindo dom Antônio Wagner da Silva, que pediu renúncia por causa da idade. Em 18 de julho de 2020 ocorreu sua posse. Em março de 2023, foi eleito vice-presidente do Regional Sul 2 da CNBB. 

LITURGIA DIÁRIA

Últimos Posts