O momento de partilha sobre as iniciativas e desafios de cada diocese foi um ponto forte do encontro 

Nos dias 6 a 8 de maio, aconteceu em Toledo (PR), no Centro de Formação São João Paulo II, o encontro anual dos padres coordenadores diocesanos da ação evangelizadora no Paraná. O encontro foi conduzido pelo bispo de Paranavaí e secretário do Regional Sul 2 da CNBB, dom Mário Spaki, e pelo secretário executivo, padre Valdecir Badzinski, e contou com a presença de 22 padres.  

No primeiro dia do encontro, os padres fizeram uma visita técnica ao Centro de Pastoral da Diocese de Toledo, onde conheceram a secretaria, o centro integrado de comunicação e a Revista Cristo Rei, bem como os setores administrativos da cúria diocesana. Em seguida, todos participaram de uma missa com a participação da comunidade local, na catedral Cristo Rei, presidida pelo bispo diocesano de Toledo, dom João Carlos Seneme.  

O padre coordenador da ação evangelizadora numa diocese é responsável por auxiliar o bispo diocesano na condução de todo o trabalho pastoral de evangelização. Sendo assim, esses padres compõe um grupo que protagoniza a caminhada de toda a Igreja do Paraná.  

Durante os três dias de trabalho, esteve em pauta mais de dez temas, que foram discutidos e refletidos entre os padres. Dentre eles, os preparativos para a 44ª Assembleia do Povo de Deus, que acontecerá no mês de setembro, simultaneamente, nas quatro Províncias do Paraná (Curitiba, Cascavel, Londrina e Maringá); o Sínodo sobre a Sinodalidade; o Jubileu 2025: peregrinos da esperança; a dimensão missionária nas paróquias e comunidades; encaminhamentos do Ano Vocacional; a Cartilha de Orientação Política 2024; a Comissão Especial Pró-vida. Além dos temas abordados, o encontro foi permeado por momentos de oração, partilha e convivência fraterna.  

Segundo dom Mário, o objetivo dessa reunião é organizar a caminhada das 18 dioceses na Igreja do Paraná. “Depois da assembleia dos bispos, fazemos essa reunião que visa centrar toda temática da caminhada pastoral. É uma reunião com padres que estão atuando junto às dioceses, sendo o braço direito dos bispos, fazendo a ponte com as paróquias, conduzindo as pastorais, organizando os movimentos e os serviços, a fim de que haja uma caminhada em conjunto de todas as dioceses”.  

Partilha de iniciativas e desafios 

A partilha de uma iniciativa de destaque na diocese e dos principais desafios enquanto ação evangelizadora, foi um dos primeiros pontos da pauta do encontro, ao qual foi dedicado um tempo extenso. Esse momento foi avaliado positivamente pelos padres.  

“Essa partilha inicial, que foi feita entre nós, ajuda a perceber que a evangelização não para e que, de uma forma ou de outra, em cada localidade, ela vai se desenvolvendo com suas particularidades, pois cada diocese tem um perfil que vai se construindo ao redor do Evangelho”, comentou o coordenador arquidiocesano da ação evangelizadora de Londrina, padre Alexandre Alves. 

Para o padre Fábio Welter, da diocese de Foz do Iguaçu, o encontro foi uma experiência de comunhão entre todas as dioceses do Regional. “A partilha de experiências foi muito significativa e inspiradora. Percebi em cada partilha como cada diocese tem tentado enfrentar as diferentes situações na evangelização. Isso ajuda a compreender melhor como está o processo de evangelização no Paraná”.  

O coordenador da ação evangelizadora na diocese de Campo Mourão, padre Wesley de Almeida Santos, afirmou que foi uma oportunidade ímpar de troca de experiências e aprendizado mútuo, essencial para o dinamismo e a renovação das práticas pastorais. “Destaco essa partilha de iniciativas bem-sucedidas nas dioceses, bem como, dos desafios, pois são fonte de inspiração para todos nós. Conhecer as soluções encontradas por outros coordenadores, diante dos desafios, amplia a nossa visão e capacidade de adaptação nas nossas realidades locais”. 

Dom Mário também pontuou a partilha das dioceses como um momento de grande importância do encontro. “Foi uma partilha muito rica e bonita, na qual cada um pôde expor, com tempo, sobre a caminhada de sua diocese. Depois de dois dias estando juntos, escutando os padres, a gente sai com uma visão geral da caminhada da Igreja do Paraná.” 

Um encontro que contribui com a missão de cada padre 

Um dos objetivos do encontro é contribuir com a missão dos padres que coordenam a ação evangelizadora nas dioceses, por meio da partilha, da reflexão conjunta em busca de soluções para os desafios atuais e da projeção da caminhada pastoral.  

Padre Alexandre afirmou que o encontro o ajudou a perceber a necessidade de ouvir mais em sua missão. “A gente tem que ouvir mais, perceber o Espírito que fala em cada um de nós, em nosso povo, em nossos leigos, na vida religiosa masculina e feminina, assim como nos padres. Fazer essa escuta de qualidade exige empenho e dedicação. A evangelização é exigente mesmo e não podemos improvisar”.  

 O coordenador diocesano da ação evangelizadora de Ponta Grossa, padre Joel Nalepa, afirmou que sai fortalecido do encontro. “Esse encontro fortalece a minha missão, sobretudo no olhar e atenção para tudo aquilo que é comum na Igreja do Paraná e do Brasil. Foi um momento muito oportuno para renovar o entusiasmo na missão, a serviço da Igreja. Percebemos como é grande a nossa responsabilidade, mas que ela fica mais leve quando assumida juntos, pois todos somos corresponsáveis na missão, todos temos a nossa parcela, a nossa contribuição, pois respondemos ao chamado do Senhor”.  

 

Padre Wesley disse que o encontro foi fundamental para fortalecer e inspirar sua missão, enquanto liderança comprometida com a ação evangelizadora. “Esses dias aqui não apenas enriqueceram a minha experiência e compreensão enquanto coordenador da ação evangelizadora, mas também revitalizaram o zelo na evangelização, capacitando para realizar a missão com renovado vigor e dedicação”.

Texto: Karina de Carvalho – Jornalista da CNBB Sul 2
Fotos: Paulo Weber Júnior – Jornalista da diocese de Toledo (PR)

LITURGIA DIÁRIA

Últimos Posts