13517904_1054750021258149_1086846613_oDesde o último dia 26 de junho, a diocese de Guarapuava vive o ponto mais alto do seu momento jubilar.

Após um longo caminho de preparação e muitas celebrações, o tempo de ouro da diocese já pode ser festejado em toda a sua grandiosidade.

A festa em comemoração aos cinquenta anos da diocese que foi celebrada no domingo dia 26 reuniu milhares de pessoas das quarenta e sete paróquias, além de autoridades de diversos setores que prestigiaram o evento.

O bispo diocesano Dom Antônio Wagner da Silva evidenciou que muito se fala de tempo, mas é preciso também de acordo com ele, levar em consideração as caminhadas e as conquistas obtidas através dos esforços de todos. Dom Wagner sublinha que nos cinquenta anos de existência da diocese muitas foram as ajudas recebidas de toda a população para que as coisas acontecessem. Ele destaca os grupos de oração e a doação por parte dos sacerdotes, religiosos e leigos como o grande acontecimento em se tratando de desenvolvimento da diocese.

“Estes cinquenta anos significam uma bela caminhada muito frutuosa em nossa diocese. Esta caminhada envolveu 13517839_1054749701258181_1383864548_obispos, religiosos e pessoas da comunidade, os puxadores de reza, os catequistas que de fato, fizeram com que muitas coisas maravilhosas acontecessem. Muitos permanecem anônimos, mas para nós, enquanto comunidade deixaram suas marcas e continuam a deixar em muitos momentos de nossas vidas. Agora, nesta celebração, notamos o envolvimento deste grande número de pessoas que, unidas em oração celebra o Jubileu de Ouro”, expressou Dom Wagner.

O descerramento da placa comemorativa aos cinquenta anos foi um momento de rememorar as conquistas obtidas até então ao longo de meio século. Muitos moradores que participaram da criação da diocese, os pioneiros, se disseram felizes pelo momento único e muito importante.

O prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho, que participou das comemorações do Jubileu, destacou que se sente honrado em fazer parte desta importante família que é a Igreja Católica e também por estar à frente dos trabalhos da cidade num momento importantíssimo para toda a população dada a importância da instituição para as conquistas e desenvolvimento de toda a região.

13529134_260892607609185_4749737857299403689_nCom a Nova Catedral Nossa senhora de Belém lotada, a missa presidida por Dom Wagner, com a participação de vários padres da diocese emocionou a todos os presentes, quem acompanhou a transmissão pelo rádio através da Central Cultura de Comunicação e também pela internet através de aplicativos.

“Por muitos anos esta diocese recebeu e continua a receber ajuda de fora, de outros países, de outras instituições. Para sua construção e para a construção de casas para as pessoas da comunidade, muita ajuda financeira veio da Europa. Este apoio foi importantíssimo para nós. Agora, é nosso momento de também retribuir e estamos fazendo com o envio de nossos missionários e também com a ajuda às dioceses mais pobres de nosso país e fora dele. Nosso trabalho missionário deve ser levado cada vez mais a sério, pois como nos indica o Papa Francisco, é preciso termos em mente que nossa Igreja deve ser uma Comunidade em saída, que vai ao encontro dos que mais precisam”, classificou Dom Wagner em sua homilia.

Ao final da missa, o bispo abençoou as crianças e grifou que são elas [as crianças] “que farão acontecer os próximos cinquenta anos”, aludindo às comemorações do centenário da diocese.

O momento do encontro das quatro imagens peregrinas de Nossa Senhora de Belém que percorreram as paróquias e comunidades, provocou emoção e reflexão em todos.

A apresentação de um número de dança promovido por jovens integrantes da Jornada Diocesana da Juventude (JDJ) transmitiu alegria e muita animação entre todos. Na ocasião, o grupo de jovens da paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Turvo, Juventude Caminhando Junto (JuCaJu), recebeu as felicitações pela conquista do concurso que lhes garantiu a participação na Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que acontece neste mês de julho na cidade de Cracóvia, na Polônia.

13423907_838615699606747_6806821999185312186_nPara o padre Acácio Evêncio de Oliveira, pároco da Catedral, o Jubileu de Ouro não se encerrou com as comemorações, mas sim, abriu espaço para novas conquistas a partir de agora. “Estamos vivendo o auge do Ano Jubilar. Este é o momento de celebrarmos com muita fé e de comemorarmos com muita alegria os cinquenta anos da nossa diocese. O dia de hoje nos faz relembrar a data de fundação desta que é a maior diocese do Paraná, mas as festas deste Ano Jubilar vão prosseguir não só durante o ano de 2016, conforme seu calendário, mas por muito tempo. Conforme disse Dom Wagner, a partir de agora, estamos em preparação para os próximos cinquenta anos”, comemorou padre Acácio.

Conheça um pouco da História da Diocese de Guarapuava através de um especial realizado pelas rádios da Central Cultura de Comunicação:

Série Especial 50 anos da Diocese de Guarapuava: missão (clique e ouça)

Série Especial 50 anos da Diocese de Guarapuava: a amizade (clique e ouça)

Série Especial 50 anos da Diocese de Guarapuava: ações evangelizadoras (clique e ouça)

Série Especial 50 anos da Diocese de Guarapuava: lembrança viva (clique e ouça)

Série Especial 50 anos da Diocese de Guarapuava: o comunicador (clique e ouça)

Jorge Teles com Diopuava

LITURGIA DIÁRIA

Últimos Posts