O Serviço de Animação Vocacional/Pastoral Vocacional (SAV/PV) do Regional Sul 2 da CNBB realizou em Umuarama (PR), nos dias 24 a 26 de maio, um encontro regional que reuniu animadores vocacionais de 16 dioceses do Paraná. O encontro, que aconteceu no Centro de Formação Diocesana, teve 76 participantes, entre bispo, padres, religiosos e religiosas, seminaristas e lideranças leigas. 

Dom Sergio de Deus Borges

“A escuta e o discernimento vocacional” foi o tema do encontro, assessorado pelo irmão Márcio Henrique Ferreira da Costa (Marista). Segundo o bispo de Foz do Iguaçu (PR) e referencial para o SAV/PV no Paraná, dom Sergio de Deus Borges, esse é um tema que o SAV/PV no Paraná percebeu ser de grande importância. “Nós temos que preparar pessoas que sejam capacitadas para escutar os nossos jovens, a escutá-los e ajudá-los no processo de discernimento dentro de um projeto de vida, porque Deus chama a todos, a todos Deus dá uma missão”, disse o bispo.  

 

O encontro teve início na sexta-feira à noite, dia 24, quando os participantes foram acolhidos e, após o jantar, realizaram uma reunião na qual dialogaram sobre a caminhada do SAV/PV no Paraná e decidiram sobre alguns encaminhamentos.  

Dom Sergio presidiu a missa na manhã do sábado, 25, e do domingo, 26, iniciando os trabalhos de cada dia. O tema foi abordado pelo assessor ao longo de todo o dia do sábado e da manhã do domingo, intercalado com momentos de partilha.  

“O assessor nos ajudou a refletir, como animadores vocacionais, sobre a importância da escuta e do acompanhamento dentro dos itinerários e processos vocacionais. É um tema que se revela de uma importância fundamental hoje na nossa Igreja, tendo em vista os projetos que o SAV PV do Paraná quer desenvolver no futuro”, disse o coordenador regional do SAV/PV, padre Roberto Cesar de Oliveira. 

Ao final da tarde de sábado, os participantes rezaram o “Terço Vocacional”, com as reflexões do subsídio (ainda em elaboração) que será lançado para a 3ª Jornada Regional de Oração pelas Vocações, a ser realizado no Paraná durante o próximo mês de agosto. Após o jantar, aconteceu um momento de confraternização, com roda de conversas e quitutes, doces, pipocas e o “chá de amendoim”, tradicional na região de Umuarama.  

Um diferencial do encontro, segundo a secretária do SAV/PV, Silvia Maria Rubia Caldeira, foram os momentos partilhados com os participantes da escola diaconal. “Durante todo o encontro, como a casa é muito grande, estava acontecendo também a escola diaconal e nós dividimos alguns momentos com eles, como as celebrações eucarísticas, as refeições e alguns momentos de oração. Foi uma experiencia muito rica e bonita”, destacou Silvia.  

Para o assessor eclesiástico do SAV/PV, padre Marcelo Ribeiro da Silva, o encontro colaborou para que todas as dioceses possam estar em sintonia com o tema apresentado e caminhar juntas. “Desde o ano passado, a partir do nosso Simpósio Vocacional e do Ano Vocacional, percebemos que uma das grandes necessidades que temos no processo de animação vocacional é o acompanhamento, e isso acontece com a escuta e a ajuda ao jovem para fazer o seu discernimento vocacional. Com certeza, o tesouro maior da vida de uma pessoa é chegar a descobrir a direção da vida, para onde Deus a está chamando e isso a Igreja pode ajudar sempre. Cada animador, quando é qualificado, consegue ajudar nesse processo de levar as pessoas a encontrar a direção da sua vida”, disse o padre.  

 “O Papa Francisco, na exortação Christus Vivit, escreveu: “eu sou uma missão nesse mundo”. E ele convida que os jovens digam e repitam essa frase a si mesmos, a fim de que a internalizem no coração, pois não estamos por acaso aqui, somos uma missão nesse mundo. Então, o SAV/PV tem essa tarefa de escutar os jovens e ajudá-los no discernimento. E aqui nesse encontro foram dados elementos para fazer esse processo de escuta”, disso dom Sergio.  

Karina de Carvalho Nadal – Jornalista da CNBB Sul 2
Fotos: Gabriel Rocha – Assessor de Comunicação da Diocese de Umuarama

LITURGIA DIÁRIA

Últimos Posts