quarta-feira, 21 fevereiro 2024

Testemunho – Eu nunca abandonei você

abCom sérios problemas de audição, aconselhado inclusive pelos meus paroquianos, fui a um especialista. Depois de ter perguntado a qual ordem religiosa eu pertencia, ele começou a enumerar os seus rancores contra a Igreja por todas as incoerências e contradições que o haviam levado a perder a fé.

Eu o escutei com amor, percebendo que estava diante de uma pessoa que não se contentava de um cristianismo superficial. Pelo meu lado respondi que não existem argumentos para defender a Igreja, mas somente uma vida coerente. E acrescentei: “Deus nos ama assim como somos”. Ele quis o meu endereço e o número de telefone. Na mesma noite foi encontrar-me, contou-me que tinha estado no seminário até os 18 anos, quando lhe pareceu que o marxismo respondesse melhor àquilo que buscava, agora, porém, essas certezas tinham esmaecido.

Alguns dias depois ele me confidenciou que, entrando numa igreja, pareceu-lhe que Deus dissesse: “Eu nunca o abandonei”. Agora retornou aos sacramentos, ele e sua esposa (Fonte: focolare.org).