quarta-feira, 21 fevereiro 2024

Testemunho – Dar de comer

partilhar“Eu estava no mercado e lembrei que meus pais passavam por dificuldades econômicas e fiz as compras também para eles. No caminho de volta encontrei uma menina que chorava: ela estava com fome e seus pais – assim ela me disse – não tinham nada para comer. Conversei com o Antônio, meu marido, e decidimos levar a metade das nossas compras mensais àquela família.

Logo em seguida, a filha da nossa vizinha nos confidenciou que o pai dela deixara a cidade, em busca de emprego, e não retornou mais. Também eles, uma família com muitos filhos, não tinham comida em casa. Pensei comigo mesma: “Agora basta! Já fizemos a nossa parte!” Mas quando Antônio me disse que não tínhamos doado ainda o suficiente, mais uma vez, dividimos o que restara da nossa compra mensal. Naquelas alturas, não tínhamos mais dinheiro para as compras, mas, todos os dias, chegou ajuda de alguém. No fim do mês, recebi o dobro do valor do meu salário. Não era um erro: era o 13º, do qual eu havia já esquecido!” (B. P.)