Caravana vai percorrer a Rota do Rosário ao longo de sete dias

Três ônibus com 123 peregrinos, de pelo menos oito estados do Brasil, e mais os devotos do Paraná e de toda a região acompanharam na tarde dessa terça-feira (8) a primeira missa da peregrinação pela Rota do Rosário, presidida pelo padre Reginaldo Manzotti, no Santuário Diocesano de Nossa Senhora das Brotas, em Piraí do Sul. O roteiro terá sete dias, com 1.600 quilômetros e a visita a oito santuários. “O Santuário das Brotas é a porta de entrada da Rota do Rosário”, lembrou padre Reginaldo, que é diretor espiritual da Rota. 

A missa com padre Reginaldo foi transmitida pelo YouTube

Na celebração eucarística padre Reginaldo foi auxiliado pelo reitor do Santuário de Brotas, padre Roberval Mulhstedt, e pelo sacerdote italiano, padre Giovanni Murazzo, da Congregação Xaveriana, que acompanha o Caminho do Rosário. Padre Reginaldo fez questão de destacar o bom relacionamento com o bispo de Ponta Grossa. “Quero saudar também a dom Sergio Arthur Braschi, bispo diocesano de Ponta Grossa, que foi inclusive meu professor e a quem tenho muito respeito e muito apreço. Uma grande alegria estar aqui”, salientou. 

A pequena capela do santuário ficou lotada e obrigou dezenas de pessoas a ficarem do lado de fora, debaixo de muita chuva. Conforme padre Reginaldo Manzotti, a celebração teria momentos mais exclusivos e momentos onde as pessoas acorrem e são muito bem-vindas. ” Foi assim com Jesus, não foi? Ele e os discípulos iam de um lugar para o outro e o povo os acompanhava. Então, peregrinos, façamos essa Rota. Reservo uma palavra muito especial a todos que vieram aqui da região e de outras localidades, inclusive que estão tomando chuva “, comentou. 

Ao final da celebração, Padre Roberval agradeceu a presença da caravana e do padre Reginaldo no santuário diocesano. O reitor entregou ao padre uma capelinha com a imagem de Nossa Senhora das Brotas. “Que ela sempre lhe proteja e interceda pelo seu lindo ministério e missão”, rogou padre Roberval, comentando sobre a efígie da santa exposta junto ao altar. “É uma efígie original que São João Galvão deixou para Ana Rosa. Ela só é exposta em ocasiões muito solenes e especiais”, acrescentou o reitor. Padre Reginaldo deixou uma imagem de Jesus das Santas Chagas no santuário, em agradecimento.     

De acordo com Márcio Kleina, diretor da Líber Mundo Viagens e Peregrinações, a agência fez um convite para padre Reginaldo fazer a Rota do Rosário e ele aceitou. “A ênfase dessa peregrinação é a oração. Uma peregrinação de sete dias, que começou hoje e vai fazer quase toda a Rota, um tesouro do Paraná. Vamos visitar oito santuários, igrejas, lugares culturais e turísticos do Estado. Missas serão celebradas em apenas cinco santuários. A Rota do Rosário é muito importante, tem um significado muito grande e o padre Reginaldo como diretor espiritual a fortalece mais”. Caravanas pela Rota do Rosário saem todo o mês, de vários lugares do Brasil. A próxima, pela agência, será em junho. “Isso deveria multiplicar. Tem aqui muitos tesouros no Paraná, muitas relíquias, santuários, catedrais, além da cultura do povo do interior”, destacou Kleina.  

Essa peregrinação da Rota do Rosário se concluirá no domingo, em Prudentópolis (PR), com uma missa presidida pelo Bispo da Diocese de Guarapuava (PR), Dom Amilton Manoel da Silva, e concelebrada pelo Bispo da Eparquia Ucraniana Nossa Senhora da Conceição, Dom Meron Mazur.

Mais informações sobre a Rota do Rosário, acesse: https://rotadorosario.org/

(Informações e Fotos: Renato de Oliveira/Toninho Anhaia  – Jornalista Cláudia Carneiro / Diocese de Ponta Grossa) 

LITURGIA DIÁRIA

Últimos Posts