Papa Francisco nomeia bispo para a diocese de Barra do Piraí – Volta Redonda (RJ)

O papa Francisco nomeou, nesta quarta-feira, 13 de março, para a diocese de Barra do Piraí-Volta Redonda (RJ) dom Luiz Henrique da Silva Brito, atualmente bispo auxiliar da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ). Dom Luiz Henrique sucederá dom Francisco Biasin, que teve seu pedido de renúncia acolhido pelo papa, após completar 75 anos em setembro de 2018.

Nascido em 19 de maio de 1967, em São Gonçalo (RJ), dom Luiz Henrique foi ordenado presbítero em dezembro de 1991, na cidade de Campos dos Goytacazes, também no estado do Rio de Janeiro. É mestre em Teologia Moral pela Pontifícia Universidade de Santa Cruz, em Roma.

Em sua trajetória, foi coordenador da Pastoral Vocacional da diocese de Campos, coordenador diocesano de Pastoral, juiz auditor da Câmara Eclesiástica, também com experiência como professor e diretor espiritual em faculdade e seminários.

Nomeado bispo auxiliar do Rio de Janeiro em 29 de fevereiro de 2012, foi ordenado em 12 de maio daquele ano, na Catedral de São Sebastião, pelo arcebispo local, dom Orani João Tempesta, hoje cardeal.

Na arquidiocese carioca, dom Luiz Henrique acompanhou as escolas Mater Ecclesiae e Luz e Vida, como diretor geral. As iniciativas são voltadas para a formação na doutrina católica.

Como bispo auxiliar também foi animador dos vicariatos não territoriais para a Caridade Social e para a Comunicação Social e da Coordenação Arquidiocesana de Pastoral. Além disso, acompanhou o movimento dos Círculos Bíblicos, as Comunidades Eclesiais de Base, a rádio Catedral 106.7 FM e o Tribunal Eclesiástico do Rio.

 

Dom Francisco Biasin completou 75 anos no dia 6 de setembro do ano passado, idade definida pelo Código de Direito Canônico para a apresentação do pedido de renúncia pelos bispos ao papa. Dom Biasin conclui no próximo mês de maio o segundo mandato à frente da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-Religioso da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Dom Francisco, italiano de Arzercavalli, em Pádua, está na diocese fluminense desde o dia 28 de agosto de 2011. Veio ao Brasil em 1972, quando foi enviado como missionário “fidei donum” na diocese de Petrópolis (RJ), onde exerceu as funções de vigário paroquial e em seguida de pároco na paróquia de São Sebastião de Gramacho, no município de Duque de Caxias, pertencente nesta época à diocese de Petrópolis.

(Fonte: CNBB Nacional)

Confira também

Dom João Justino é reeleito presidente da Comissão para Cultura e Educação da CNBB

O arcebispo de Montes Claros (MG), dom João Justino de Medeiros, foi reeleito nesta quinta-feira, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.