Pastoral do Dízimo

APRESENTAÇÃO

APRESENTAÇÃO

Logo Dízimo OficialRecentemente com a publicação do Documento 106: O Dízimo na Comunidade de Fé – Orientações e Propostas, a CNBB deu um passo importante para a pastoral de conjunto e consequente desenvolvimento da ação evangelizadora da Igreja no Brasil.

Agora algumas perguntas são mais facilmente respondidas:

O que é o dízimo?

Os bispos do Brasil, fundamentados na rica tradição bíblica e eclesial, definem o dízimo como contribuição sistemática e periódicas dos fiéis, por meio do qual cada comunidade assume corresponsavelmente sua sustentação e a da Igreja.

Quais as dimensões do Dízimo?

São estas as dimensões do dizimo: religiosa, eclesial, missionária e caritativa.

1ª. Religiosa: Tem a ver com a relação do cristão com Deus. Contribuindo com parte de seus bens, o fiel cultiva e aprofunda a sua relação com Aquele de quem provém tudo o que ele é e tudo o que ele tem, expressando, na gratidão, sua fé e sua conversão. Essa dimensão, tratando da relação com Deus, insere o dízimo no âmbito da espiritualidade cristã.

2ª. Eclesial: Decorrente da dimensão anterior, o fiel vivencia sua consciência de ser membro da Igreja, pela qual é corresponsável, para que a comunidade disponha do necessário para a realização do culto divino e para o desenvolvimento de sua missão. Contribuindo com o dízimo, cada fiel toma parte no empenho de todos e se abre para a necessidade de toda a Igreja.

3ª. Missionária: O fiel, corresponsável por sua comunidade, toma consciência de que há muitas comunidades que não conseguem prover suas necessidades com os próprios recursos e que precisam da colaboração de outras. O dízimo permite a partilha de recursos entre as paróquias de uma mesma Igreja particular (Diocese ou Prelazia) e entre as Igrejas particulares, manifestando a comunhão que há entre elas.

4ª. Caritativa: Os cristãos, animados por seus Pastores “são chamados, em todo lugar e circunstância, a ouvir o clamor dos pobres”. Quando a comunidade contribui sistematicamente para os projetos de promoção humana ou de socorro a necessidades especificas, contribui também para a humanização das estruturas sociais e para seu progresso. O dízimo fornece condições para essa “organização articulada”.

Quais as finalidades do Dízimo?

Organizar o culto divino, prover o sustento do clero e dos demais ministros, praticar obras de apostolado e de caridade, principalmente em favor dos pobres.

O que é a Pastoral do Dízimo?

A Pastoral do Dízimo é a ação eclesial que tem por finalidade motivar, planejar, organizar e executar iniciativas para a implantação e o funcionamento do dízimo, e acompanhar os membros da comunidade no que diz respeito a sua colaboração, em sintonia com a pastoral de conjunto na Igreja particular.

COORDENAÇÃO

COORDENAÇÃO

Como está organizada a Pastoral do Dízimo em nosso Regional?

O Dízimo no Paraná está organizado com coordenações por Província Eclesiástica e com uma coordenação Regional.  Assim sendo:

+ Província de Curitiba:
Pe. Anderson Bonin.
(41) 9985-5640
padrebonin@hotmail.com

+ Província de Londrina:
Pe. Sidney Drozino.
(44) 99487561
sdno@uol.com.br

+ Província de Cascavel:
Pe. Leonin Nandi.
(45) 9853-9856
lleoninnandi@gmail.com

+ Província de Maringá:
Pe. Marcelo Ap. Santiago.
(44) 9703-0603
saintbuber@gmail.com

Dízimo: partilha dos bens que sustenta a Igreja

No Centro de Formação São João Diego de Guarapuava (PR) reuniram-se dias 10 e 11 de maio, 35 líderes da Pastoral do Dízimo, provenientes de 15 Arquidioceses, Dioceses e Eparquias do Paraná. “Desde os 12 anos de idade faço a linda experiência de partilhar o Dízimo”, testemunhou Dom Celso Antônio Marchiori, Bispo de Apucarana e …

Leia Mais »

Bispos do Paraná escrevem carta aos católicos

Por ocasião da 37ª Assembleia do Povo de Deus, acontecida de 23 a 25 de setembro, os bispos do Paraná enviaram carta aos católicos paranaenses sobre o dízimo. A ideia da carta surgiu a partir do primeiro Congresso sobre o dízimo acontecido em maio de 2016, em Guarapuava. Na ocasião, foi feito memória que há …

Leia Mais »