Pastoral da Saúde

APRESENTAÇÃO

APRESENTAÇÃO

Pastoral da SaúdeJustificativa

  • “Jesus percorria todas as cidades e aldeias. Ensinava nas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino de Deus e curando todo mal e toda enfermidade” (Mt 9,35).
  • “Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. Recebeste de graça, de graça dai. Não leveis nem ouro, nem prata, nem dinheiro em vossos cintos” (Mt 10,8-9).
  • Todos, sem exceção, são chamados a proporcionar qualidade de vida e denunciar tudo que impede o desabrochar desse Dom precioso de Deus, como fez Cristo, que disse: “Eu vim para que todos tenham vida, e a tenham em abundância” (Jo 10,10).

Objetivo

Evangelizar com renovado ardor missionário o mundo da saúde, à luz da opção preferencial pelos pobres, enfermos e sofredores, participando da construção de uma sociedade justa e solidária a serviço da vida, sinal do Reino de Deus.

Diretrizes

  • Sensibilizar a Igreja e a sociedade a respeito do sofrimento, denunciando a marginalização dos doentes, portadores de deficiências e idosos e de maneira especial, em face das novas formas de sofrimento e de doenças contemporâneas (portadores de HIV, doentes mentais e terminais etc.).
  • Zelar pela humanização e evangelização do ambiente hospitalar, visando o bem-estar de todos os que nele se encontram (profissionais, funcionários, doentes e familiares).
  • Participar ativa e criticamente nas instâncias oficiais que decidem a política de saúde da Nação, Estado, Região e Município.
  • Favorecer políticas de humanização, colocando o doente como razão de ser das instituições de saúde, no resgate da dignidade humana, no processo de fortalecer a fé e esperança cristã.
  • Apoiar e criar espaços de luta política e solidariedade em favor da vida, valorizando as organizações populares e suas iniciativas.
  • Celebrar nas instituições de saúde (hospitais, ambulatórios, postos de saúde) e comunidade, datas significativas relacionadas com o mundo da saúde, tais como: Dia do Enfermo (11 de fevereiro), Dia Mundial da Saúde (7 de abril), Páscoa, Dia de São Camilo de Léllis (14 de julho), Natal e as datas comemorativas dos profissionais de saúde.
  • Conscientizar a comunidade a respeito do direito à saúde e o dever de lutar por condições mais humanas de vida, terra, trabalho, salário justo, moradia, alimentação, educação, lazer, saneamento básico e preservação da natureza.
  • Priorizar ações de educação, implementando uma verdadeira cultura de saúde, com ênfase em ações preventivas, permeadas pelos valores da solidariedade, justiça e equidade.
  • Incentivar e desenvolver a formação e a capacitação contínua dos agentes da Pastoral da Saúde, nos aspectos humanos, técnicos, éticos e cristãos, criando centros regionais de formação de agentes de pastoral.

Atividades

  • Reuniões semestrais da Equipe Regional e Coordenadores Diocesanos para formação e articulação dos Trabalhos da Pastoral da Saúde.
  • Encontro Anual da Equipe Regional e Coordenadores Diocesanos e Paroquiais para formação e avaliação dos trabalhos da Pastoral da Saúde.
  • Correspondências e troca de material formativo e informativo.

Organização

Representante Episcopal: Dom João Mamede Filho
Coordenadora Regional: Lourdes Augusta Alves Candido

COORDENAÇÃO

COORDENAÇÃO

 

Coordenadora Regional:
Madalena Satin da Silva
Fone (44)3422-6389 – (44)9970-4242
E-Mail: madalenapsaude@yahoo.com.br

 

19° Encontro da Pastoral da  Saúde

O encontro da Pastoral da Saúde foi realizado nos dias 04 a 06 de novembro em Maringá e contou com a participação de 17 Arqui/Dioceses do Regional Sul 2, do Coordenador Nacional da Pastoral da Saúde, Alex Mota e de representantes do Conselho Estadual e Nacional da Saúde pela Pastoral da Saúde. Pe. Anísio Baldessin …

Leia Mais »