Seminarista da Arquidiocese de Cascavel é enviado para a Missão na Guiné-Bissau

       A Missão Católica Beato Paulo VI, na Guiné-Bissau, África, acolherá em 2018 o seminarista Gabriel Francisco Duarte Iurczaki, 21 anos, da Arquidiocese de Cascavel (PR). Após participar de um Congresso de Seminaristas, cujo tema principal era a missão, e no qual a obra missionária da Igreja do Paraná foi apresentada, Gabriel ficou encantado e sentiu o desejo de fazer parte disso mais de perto. No entanto, pensou que essa possibilidade só seria possível para ele após a ordenação sacerdotal.  Mas, começou a rezar e pedir o discernimento sobre a vontade de Deus em sua vida nesse momento.

Gabriel concluiu os estudos filosóficos no final de 2017 e deveria iniciar o curso de Teologia neste ano. Mas, decidiu escrever para Dom Mauro Aparecido dos Santos, Arcebispo metropolitano de Cascavel e Presidente do Regional Sul 2 da CNBB, e dizer sobre seu desejo de ser missionário na Guiné-Bissau e de doar dois anos de sua formação na Missão, antes de iniciar os estudos teológicos. Dom Mauro acolheu com alegria o pedido e fez os encaminhamentos para ver a possibilidade de enviá-lo em 

 2018.

No dia 09 de janeiro, Gabriel veio até a sede do Regional Sul 2 da CNBB, em Curitiba, para uma reunião com o secretário executivo, Padre Mário Spaki, com o coordenador do COMIRE, Odaril José da Rosa, e com o casal de missionários Pedro Lang e Salete Lang, que estão em missão na Guiné-Bissau há 3 anos. Foi um momento de partilha, acolhida e orientação para os encaminhamentos.

No último domingo, 28 de janeiro, numa celebração Eucarística presidida por Dom Mauro Aparecido dos Santos, na Catedral Metropolitana de Cascavel, Nossa Senhora Aparecida, com a presença dos familiares e da comunidade local, Gabriel foi, oficialmente, enviado como missionário para a Guiné-Bissau. Em sua homilia, Dom Mauro falou como a Missão Católica Beato Paulo VI se organiza, quais são os desafios, as alegrias, o que Gabriel irá fazer lá, como deve ser sua postura diante do povo, suas obrigações e deveres. Após o envio, Dom Mauro impôs sobre Gabriel a cruz missionária e agradeceu sua disponibilidade.

 

Para Gabriel foi um momento de muita emoção: “Foi bonito, depois da missa, ouvir as pessoas comentando a respeito da Missão, muitos não ainda não conheciam, outros me disseram que também tem o desejo de fazer algo de concreto pela obra missionária. Foi uma celebração muito singela, mas muito emocionante e senti reacender no meu peito o desejo de ir, o mais breve possível, em missão”.

A viagem de Gabriel ainda não tem a data marcada. Ele irá em breve com os missionários Pedro e Salete, que retornam após um período de descanso com a família. Rezemos pelos missionários que doam suas vidas, com generosidade, para servir os irmãos que mais precisam e anunciar-lhes a Boa Nova de Jesus Cristo.

 

Família de Gabriel
Cruz missionária

Saiba mais sobre a Missão Católica Beato Paulo VI: www.cnbbs2.org.br/africa 

Confira também

Boletim de Rádio CNBB Regional Sul 2 – Sábado (12/05) – Domingo (13/05/2018)

As principais notícias da Igreja Católica no Estado do Paraná. Os destaques desta edição: Missionária …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*