Campanha da Cáritas Internacional: “Compartilhe a viagem” é aberta em Curitiba

Nessa quarta-feira, 27 de setembro, a Cáritas Brasileira, Regional Paraná, realizou o lançamento da Campanha: “Compartilhe a viagem”, para estar em sintonia com o lançamento oficial, em âmbito mundial, em Roma, pelo Papa Francisco, que ocorre no mesmo dia. A Campanha é uma iniciativa da Cáritas Internacional e terá a duração de dois anos (2017-2019). Durante a audiência geral, na Praça São Pedro, o Santo Padre, abrindo os braços, recordou que “o próprio Cristo nos pede para acolher nossos irmãos e irmãs migrantes e refugiados com os braços bem abertos”.

Em Curitiba, dois momentos marcaram esse lançamento: a missa, às 12h00, na Catedral Metropolitana, presidida pelo Bispo Auxiliar Dom Amilton Manoel da Silva, e um evento na sede da Cáritas, com a presença de vários migrantes. Na celebração eucarística, membros da Cáritas foram acolhidos na procissão de entrada trazendo o banner da campanha e também uma mala, que é um símbolo que percorrerá o Brasil ao longo dos próximos dois anos, coletando histórias de migrantes e refugiados. Em sua homilia, Dom Amilton recordou é preciso mais que acolher os migrantes: “É preciso o cuidado, a integração deles na sociedade e na Igreja, a inclusão desses que vem e que, na maioria, são crianças, jovens, pais de família, são pessoas que precisam ser integradas novamente no convívio social”.

No final da tarde, a sede da Cáritas acolheu alguns migrantes e refugiados para um encontro que também marcou a abertura da campanha. Foi um momento de acolhida mútua, partilha e gestos fraternos. A refugiada de El Salvador, Kenia Vanessa Villalta de Alegria, está no Brasil há quatro anos e partilhou que se tivesse que enfrentar todo o sofrimento que passou para estar aqui, ela enfrentaria novamente, pois tem dois filhos pequenos e o seu país, nesse momento, é muito violento, com uma média de 126 assassinatos diários, “sempre vou agradecer ao Brasil por estar de braços abertos, não é fácil, é difícil começar uma vida aqui e dói deixar a família lá, queríamos trazer eles, mas não é fácil”, ressaltou.

Ao final do encontro, Elizete Sant’Anna de Oliveira, da Cáritas, num gesto simbólico, ungiu as mãos dos presentes com um óleo perfumado, recordando que as nossas mãos são convidadas a promover a paz onde quer que estejamos.

Confira no vídeo como foi esse lançamento:

Confira também algumas fotos:

Confira também

Papa nomeia bispo para Campina Grande, na Paraíba

A Nunciatura Apostólica no Brasil comunicou nesta quarta-feira, 11, a decisão do papa Francisco em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*