20160315 - Postagem 7 - 2
O Continente africano possui 55 países. 61px
O país da Guiné Bissau possui cerca de 1.600.000 habitantes. 70px
É um país que está entre os 10 mais pobres do mundo (ONU). 80px
Não tem energia elétrica, com exceção de alguns bairros da capital. 90px
A Malária e a desnutrição são as maiores causas de morte em Guiné Bissau 100px
“Lá (na Guiné Bissau) não adianta você falar de Jesus, você tem que ser Ele”
Metódio Retexin
Diácono
Missionária, misericordiosa, pobre e para os pobres. Esta é a Igreja sonhada por Francisco.
Cardeal Dom Claúdio Hummes
“Na Guiné, tive a oportunidade de conviver com um povo muito acolhedor, inteligente e prestativo. Por outro lado, aprendemos com eles a ser feliz na simplicidade e com pouco. O início foi difícil, longe da família, dos amigos, sem luz, água, chuveiro, rádio, televisão e internet. Em pouco tempo, fomos nos adaptando e descobrimos que é muito bom viver na simplicidade, sem barulho, sem trânsito, sem engarrafamento. A falta de ferramentas e alguns utensílios domésticos ativaram nossa inteligência para improvisar na execução de algumas tarefas em casa e no terreno da missão.”
Odaril José da Rosa
Coordenador do Conselho Missionário Regional
Grandes doutores e escritores africanos dos primeiros séculos:
Orígenes, Santo Atanásio, São Cirilo (Escola Alexandrina); Tertuliano, São Cipriano, Santo Agostinho
Papas africanos: Victor I, Melquíades e Gelásio I.
Encíclica Africae Terrarum de Paulo VI, 1967
A Igreja necessita de uma forte ‘comoção’, que a impeça de se instalar na comodidade, na estagnação e na indiferença, à margem do sofrimento dos pobres.
Documento de Aparecida, 362
“Aqui, muitas famílias se alimentam uma só vez ao dia. A maioria come somente arroz. Por isso, à noite, muitas crianças batem à nossa porta. Eu pergunto: Quem é? Elas dizem seus nomes e acrescentam: “Mãe Salete, fome. Uma coisa pra comer, por favor”. É assim que sou chamada na comunidade: mãe Salete. Em meu coração, sinto ser simplesmente uma missionária que veio para servir e anunciar o Evangelho.”
Salete Lang
Missionária na Guiné Bissau
A atividade missionária ainda hoje representa o maior desafio para a Igreja e a causa missionária deve ser a primeira de todas as causas
Evangelii Gaudium, 15
“‘Quando o teu pequeno barco começar a colocar raízes na imobilidade do cais’, lembrava Dom Hélder Câmara, ‘vai para o fundo!’. Parte! E, acima de tudo, não porque tem uma missão para cumprir, mas porque estruturalmente você é um missionário: no encontro com Jesus experimentou a plenitude de vida e, por isso, deseja fortemente que os outros se reconheçam nEle e possam proteger a sua amizade, nutrir-se da sua palavra e celebrá-Lo na comunidade”
Papa Francisco
Discurso de abertura da 69ª Assembleia Geral da Conferência Episcopal Italiana, 16 de maio de 2016.