Assembleia do COMIRE

A Diocese de Guarapuava (PR) recebeu neste final de semana, dias 7 a 9 de setembro, a Assembleia do COMIRE (Conselho Missionário Regional). Participaram representantes das quatro províncias do Regional Sul 2 da CNBB (Paraná), com o objetivo de contribuir para a elaboração do Programa Missionário Nacional.

A Assembleia, que ocorreu na Casa de Formação Nossa Senhora de Guadalupe (Casa de Líderes), contou com a assessoria padre do padre Maurício da Silva Jardim, diretor das Pontifícias Obras Missionárias e com a presença de Dom Sergio Arthur Braschi, Bispo Referencial da Dimensão Missionária no Regional Sul 2. Marcaram presença também Dom Antonio Vagner da Silva, Bispo de Guarapuava (PR), os padres Itamar Turco, da Ação Evangelizadora, e Carlos Egler da Dimensão Missionária, e Odaril José da Rosa, coordenador do COMIRE.

Considerando os passos dados em nível de reflexão, de organização e de animação missionária no Brasil, as reflexões na coordenação executiva do Conselho Missionário Nacional (COMINA) e com os coordenadores do Conselho Missionário Regional (COMIRE) durante o ano de 2017, busca-se a construção coletiva, realizada na escuta dos 18 regionais da CNBB.

Segundo Dom Esmeraldo Barreto de Farias Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial, esta construção se inspira na importância de aprofundar ainda mais a reflexão sobre a missão, levando em conta os documentos da Igreja que abordam mais diretamente a missão, bem como o que encontramos no Documento de Aparecida e o que está sendo abordado pelo Papa Francisco que tanto destaque tem dado para que sejamos de fato Igreja em saída, missionária.

A proposta metodológica do Programa Missionário Nacional conta com a indicação de alguns princípios, dentre eles o respeito às realidades: a construção do programa deseja potencializar a ação missionária no país, fortalecer as ações exitosas já existentes. Não almeja finalizar ou fragilizar projetos em andamento nos Regionais e/ou dioceses. Que seja participativo: o presente processo almeja a participação do maior número de pessoas envolvidas na atuação missionária nas dimensões local, regional e nacional. Na disponibilidade e abertura para a novidade, novos olhares e novos processos e disponibilidade para a mudança do que está estabelecido. Em diálogo: constante durante todo o processo de construção com os diferentes sujeitos envolvidos na temática missionária e, por fim, a na construção coletiva busca-se a construção do programa, que por meio de sua metodologia, deseja contribuir para uma efetiva construção coletiva para o Programa Missionário Nacional.

O assessor do encontro, Pe. Maurício Jardim, avaliou: “a assembleia do COMIRE com diferentes sujeitos da missão foi animadora e apontou três prioridades para o Programa Missionário Nacional: Formação, articulação e Missão Ad Gentes”. No vídeo a seguir, Pe. Maurício fala sobre sua participação na Assembleia:

 

Confira algumas fotos: 

Confira também

Arquidiocese de Maringá envia missionária à África

A professora Maria Madalena Lúcio (50), missionária da Arquidiocese de Maringá, fará uma missão de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.